quinta-feira, 8 de abril de 2010

Manu indo pra caminha!

Eu e o Marcos um dia optamos por começar a trazer a Manu pra nossa cama, foi num dia que ela estava com uma febre por conta de reação de uma vacina e a partir daí resolvemos que ela ficaria conosco até o momento que sentíssemos que ela deveria ir para seu quarto. Decisão muito bem tomada de nós dois, pra ser mais sinceramente mais gosto do Marcos, é ele que sempre quis ela na nossa cama. Confesso que algumas noites são mais difíceis, ela se meche muito, às vezes está mais agitada, dorme atravessada e ganhamos cabeçadas, pés e mãos na cara rs, mas nada que não compense quando sentimos aquele cheirinho ali tão gostoso, a tranqüilidade de saber que ela tá ali bem e feliz, aquele barulhinho que ela faz: unhom, unhom, unhom, unhom... rs

Eu na verdade antes de ser mãe (caiu na testa de novo) achava estranho o casal dividir a cama com o filho. Mas como tantas outras coisas, isso também mudou a minha opinião após a maternidade acontecer na minha vida, mais uma vez eu passei a ter conceito diferente sobre algo relacionado a filhos e a criação deles.
E as críticas! Nossa quantas críticas recebemos em relação a nossa decisão de dormimos ali os três grudadinhos e a pequena no meio. Mas sabe eu compreendo perfeitamente porque antes quem criticava era eu mesma, então entendo que cada um tem uma opinião em determinado momento da vida e que isso pode mudar ou não, eu apenas tento explicar porque nós gostamos tanto de dividir a cama e porque achamos isso importante. Na nossa relação marido x mulher isso nunca tem atrapalhado, para nós dois a cama família compartilhada é algo natural, normal, isso não faz da Manu um bebê inseguro, dependente ou com algum descontrole emocional, muito pelo contrário a nossa baixinha é muito bem resolvida e até independente demais.

O fato é que agora passado um ano e oito meses a Manu está espaçosa demais e temos notado que o sono dela e nem o nosso está tranqüilo como antes, assim decidimos tentar levá-la á caminha dela em seu quarto, fomos direto pra cama porque nessas alturas o berço também deve estar desconfortável. Tomamos a decisão de fazer essa mudança sem muita pressa, vamos dar continuidade conforme a reação dela para que a transição não cause nenhum tipo de choque na pequena. Então o plano foi o seguinte, ela adormece conosco e depois a colocamos na caminha. E qual foi a nossa surpresa na 1ª noite? A Manu dormiu a noite todinha, quietinha lá na cama dela, toda esparramada e tranqüila, super confortável, eu sei bem desses detalhes porque quem não dormiu direito e acordou diversas vezes pra checar se tava tudo bem no quarto ao lado era euzinha aqui rs. Acho que a mudança foi mais difícil pra mim do que pra ela. Na 2ª, 3ª e 4ª noite (que foi essa última) ela acordou durante duas vezes, a 1ª vez eu fui até o quarto e ela adormeceu novamente e pela segunda vez já era quase manhã e ela veio para nossa cama, assim podemos continuar a compartilhar a cama uma pequena parte do sono, apenas para ela saber que ela é sempre bem vinda á nossa cama!

Estamos (eu e o Marcos) felizes e de consciência tranqüila em termos tomado a decisão que achamos melhor para nossa pequena.

Uma vez li no site cama compartilhada um artigo de Andréia Mortensen que ela finaliza mais ou menos assim: “... se você ouve comentários como ele nunca sairá de tua cama, acredite, seus filhos sairão de tua cama”. E não é que ela tem toda razão!

bjoks!

2 comentários:

  1. Mais complicado de tudo, seja na maternidade ou em qualquer outro aspecto da vida é saber que tem sempre um palpiteiro que acredita saber mais e faz questão de enfatizar "nossos erros".
    Que bom que a transição está sendo tranquila pra ela, eu quando pequena adorava dormir "no cantinho do meio" como costumava dizer, e minha mãe jamais proibio, nem a mim nem a meus irmãos.


    bjinhossss

    ResponderExcluir
  2. Mari querida estoua aquiiiiiiiiiii
    adorando ler os posts, é legal registrar o crescimento delas né mas sou tãaaaaaaaaaao preguiçosa... aff!
    estarei sempre por aqi...
    qto a cama compartilhada nunca consegui... a Duda parece q tem um bicho carpinteiro, não para! rsrsrs sempre domiu no quartinho dela, mas qto a manu, rapidinho ela se acostuma a caminha!!!

    ResponderExcluir